Catadores de Gramacho já podem abrir conta para receber indenização 

A Caixa Econômica Federal iniciou na manhã desta quarta-feira (02/05) a abertura de contas para os 1.603 trabalhadores do aterro sanitário de Gramacho que serão beneficiados com R$ 21 milhões do Fundo de Participação dos Catadores de Gramacho. O posto de atendimento instalado pelo banco no próprio aterro (Av. Monte Castelo nº 1.760 – Jardim Gramacho – Duque de Caxias - RJ). O espaço foi cedido pela empresa Novo Gramacho Energia Ambiental S/A.

A etapa de abertura de contas prossegue até 15 de maio, das 10h às 16h. A previsão da Caixa é que 165 pessoas sejam atedidas diariamente. 

Este recurso é uma das contrapartidas previstas no contrato de concessão da empresa Novo Gramacho para explorar o gás metano produzido no aterro. O valor será antecipado aos catadores em cota única pela Prefeitura do Rio, que receberá o reembolso da empresa em 15 parcelas anuais. A quantia tem por objetivo ajudar a inclusão dos catadores cadastrados em atividades alternativas ao trabalho que vinham realizando em Gramacho. 

A lista com os 1603 nomes que serão contemplados pelo Fundo de Participação dos Catadores de Gramacho foi entregue no dia 26 de maio pelo presidente do Conselho de Lideranças de Gramacho, Tião Santos, para aprovação na segunda reunião do conselho gestor do fundo, que contou com a participação do secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc. 

Exemplo para outros estados

Minc que vem ajudando a articular, desde o início do ano passado, alternativas de trabalho e renda para os catadores do aterro controlado de Gramacho, a definição dos cotistas do fundo de apoio é um avanço: 

- Essa experiência traçou um novo paradigma. Vamos erradicar todos os lixões do estado até 2014, e ela servirá de exemplo. 

Minc disse ainda que o gás metano, captado em Gramacho, passará a ser fornecido para a Refinaria de Duque de Caxias (Reduc) em maio. Dos recursos obtidos com a venda do gás metano, 18% serão destinados à recuperação ambiental do bairro de Jardim Gramacho. 

- A ideia é transformar em algo sustentável um caso de agressão, humilhação e degradação humana e ambiental. Em breve, anunciaremos a instalação do polo de reciclagem, com moinho de PET, caminhão e compactadores, outra demanda dos catadores da região, disse o secretário.

Para abertura de conta, o trabalhador precisa apresentar os seguintes documentos:

- Documento de identificação com foto (Carteira de Identidade, Carteira de Habilitação, Carteira de Trabalho, Certificado de Reservista)

- CPF

- Comprovante de Residência (Luz, Água, Telefone dos últimos 2 meses)

Os documentos originais devem ser apresentados juntamente com as cópias, ambos em bom estado de conservação e estando os originais dentro de sua validade.

A entrega do cartão eletrônico ao trabalhador será realizada posteriormente, após o crédito dos valores relativos à indenização. O prazo de entrega do cartão é de até 10 dias úteis contados da data da solicitação.