Megaoperação policial multa quatro empresas por crime ambiental no RJ

Quatro empresas que recebiam ilegalmente resíduos contaminados foram multadas nesta quarta-feira (18) em uma megaoperação de fiscalização ambiental promovida em conjunto pela Cicca (Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais; órgão da Secretaria de Estado do Ambiente), Polícia Federal, Polícia Militar e Polícia Civil. Até agora, quatro pessoas foram detidas e quatro caminhões, apreendidos. 

Uma das empresas deverá ser interditada.O resultado da blitz Operação Zero, realizada na Cidade do Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense, será detalhado hoje, em coletiva à imprensa, pelo secretário do Ambiente, Carlos Minc, o delegado de Meio Ambiente da PF, Fábio Scliar, o delegado titular da DPMA (Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente), José Rezende, e o comandante do BPFMA (Batalhão de Polícia Florestal e Meio Ambiente), coronel Vidal.

Com auxílio de helicóptero do Inea (Instituto Estadual do Ambiente), as equipes chegaram por terra às empresas pela manhã. Foram então constadas graves irregularidades, que poderiam causa sérios danos ambientais, em quatro companhias: em Santa Cruz e no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, e em Nova Iguaçu e Caxias, na Baixada Fluminense.