Dois acusados de agredir homem que protegeu mendigo estão presos

O terceiro integrante do grupo está foragido, segundo informações da Polícia Civil

Dois acusados de agredir um jovem na Ilha do Governador, depois que este tentou defender um mendigo que estaria sendo importunado pelo grupo, foram presos nesta sexta-feira (3). Um terceiro agressor, identificado como Rafael Zanini, está foragido. A vítima de 21 anos teve afundamento de crânio, hematomas por todo o corpo, e segue internado.

De acordo com informações do delegado responsável pelo caso, Deoclécio Filho, titular da 37ª DP (Ilha do Governador), o grupo vai responder pelo crime de tentativa de homicídio. Os presos são: Tadeu Ferreira e Wiliam Freitas. 

De acordo com informações da polícia, Tadeu Assad Ferreira, de 20 anos, teria sido o principal agressor do estudante Vítor Suarez Cunha, 21 anos. A principal testemunha do caso é Kleber, que estava com o amigo na hora da agressão.

O espancamento aconteceu na madrugada de quinta-feira (2), na Praia da Bica, na Ilha do Governador. Segundo o delegado, o grupo teria agredido a vítima por volta de 1h. O jovem levou chutes no rosto, teve afundamento na testa e na região dos olhos, ainda vai passar por uma cirurgia no rosto e pode ficar com sequelas.