Corregedoria da Polícia Civil prende quatro envolvidos no "jogo do bicho"  

Em operação para combater a prática do jogo do bicho, policiais da Corregedoria Interna de Polícia Civil (Coinpol) prenderam, nesta quarta-feira (2), Cesar Vanderlei Pereira das Dores, 57 anos, Waldir Gomes, 59 anos, Roberto de Lima, 52 anos e Solange Santos, 64 anos. Eles foram surpreendidos pelos agentes captando apostas e fazendo recolhimentos no centro do Rio de Janeiro, mais precisamente na Rua Senador Pompeu e da Gamboa.

De acordo com os policiais, os presos estavam agindo de forma que não desse para perceber que eles eram apontadores. Um deles, responsável pelo recolhimento das apostas, estava simulando estar em um bar e começou a ser monitorado pela equipe da Coinpol. Com os criminosos, foram apreendidos telefones celulares e R$ 1.500.

Ainda segundo os agentes, em consulta ao site do Tribunal de Justiça – TJRJ, foi constatado que os presos já haviam sido presos dezenas de vezes, sendo que, em alguns casos, vinham sendo citados por edital porque não estavam sendo localizados pela Justiça estadual. Eles foram autuados por contravenção de jogo do bicho, crime contra economia popular e formação de quadrilha.

O Corregedor Interno, delegado Gilson Emiliano Soares, ressaltou a importância da postura institucional dos delegados e agentes no endurecimento do tratamento penal e prisão de envolvidos com a máfia. “É importante a repressão constante, não apenas pela Corregedoria, mas também o engajamento de todas as delegacias para que consigamos extirpar o ‘câncer’ da corrupção policial ligada às máfias de jogos ilegais”.