Governo lança campanha para recolher aparelhos eletrônicos inutilizados

Rio de Janeiro - A Secretaria Estadual do Ambiente lançou hoje (19) a campanha Natal da Eletrorreciclagem, na estação do metrô do Largo da Carioca, no centro do Rio. O objetivo da campanha é recolher aparelhos eletrônicos que contenham substâncias tóxicas – como televisores, computadores, teclados e aparelhos de DVD – que, em desuso, podem comprometer o meio ambiente. Após o recolhimento, os equipamentos serão desmontados e encaminhados para reciclagem.

De acordo com o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, os cinco postos de coletas estão montados na Estação Largo da Carioca, entre as estações da Pavuna, na zona norte, e na General Osório, em Ipanema, zona sul. Os equipamentos poderão ser deixados também na sede da prefeitura, no centro do Rio, e na Fábrica Verde – empresa de reaproveitamento de aparelho eletrônico, em Bonsucesso, zona norte do Rio.

Carlos Minc explicou que a data foi escolhida em função do grande número de pessoas que costumam comprar aparelhos eletrônicos nesta ápoca do ano e não sabem qual destino dar aos aparelhos antigos. Ele ressaltou que no primeiro ano da campanha, em 2010, a secretaria recolheu cerca de 1,5 tonelada de material e, este ano, espera que o número seja dobrado ou triplicado.

"Queremos coletar uma grande quantidade de material no Natal, porque é a hora que o pessoal vai comprar um material novo, um tablet, um celular, um computador e muitas vezes está com um velhão, trincado, travado. O que vai fazer como isso?”

A campanha ocorre até o dia 6 de janeiro, e os postos funcionarão das 6h até as 16h. A iniciativa conta com o apoio do Ministério do Meio Ambiente, do MetrôRio, da prefeitura do Rio, além da Fábrica Verde e do Sindicato das Empresas de Informática.