Beltrame: combate às milícias prossegue e serão instaladas mais 20 UPPs

O secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, disse hoje (15) que áreas controladas pelas milícias continuarão sendo retomadas pelo Estado, mas destacou que, agora, se trata de um outro tipo de operação. Beltrame esteve durante a manhã inspecionando a Favela do Vidigal, comunidade próxima à Rocinha que também foi ocupada pelas forças de segurança. Segundo ele, mais 20 unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) serão instaladas até 2014.

>> Ao todo, já foram apreendidos 69 fuzis na Rocinha

>> Denúncias de moradores ajudam na varredura da Rocinha

>> Arsenal encontrado na Rocinha estava atrás de Ciep

“Nós também fazemos operação contra as milícias. A questão é que nós não podemos ter, em um crime que é difícil de ser elucidado, a mesma velocidade. É muito diferente. Tem muita gente [ligada à milícia] presa, mas as coisas têm que ser feitas com qualidade. Não podemos efetuar uma prisão hoje para, amanhã ou depois, essa pessoa ser libertada pela Justiça. São ações diferentes”, destacou Beltrame.

O secretário avaliou positivamente as apreensões de armamentos feitas nos três primeiros dias da operação, que já se aproximam de cem armas e 20.500 munições localizadas. “Na medida em que a polícia efetivamente ocupou todos esses complexos, começou a surgir a participação dos moradores. A comunidade passou a se libertar e as informações estão chegando. A ideia é fazer um trabalho com muita calma, muito critério, conversando com as pessoas, tentando banir dessas áreas qualquer equipamento ou pessoa que tenha vínculo com a criminalidade.”