Rocinha: já são 500 kg de drogas, 10 mil munições, e 33 veículos apreendidos

Apesar do baixo número de presos: apenas um homem foi capturado durante a ocupação das favelas da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, os cerca de 3 mil agentes que participam da ação já apreenderam  500 kg de diversos tipos de drogas, 50 carregadores de fuzis, 38 motocicletes e um Hilux que seria roubado. Dez mil munições também foram localizadas dentro da Rocinha.

Uma tenda foi improvisada no 13º Batalhão da Polícia Militar e, até o final da tarde deste domingo para abrigar as apreensões.

>> Rocinha tem escolaridade média de 5,1 anos

>> Polícia estoura casa de Nem e Danúbia no alto da Rocinha

>> Meta de 40 UPPs no Rio até 2014 está mantida, diz Beltrame

>> Caminhonete Hilux roubada e 32 motos são apreendidas

Entre as munições encontradas estavam 1.116 capsulas só da metralhadora .30, que, segundo a polícia, derruba até helicópteros. Foi encontrada ainda uma grande quantidade de cartões de créditos, dois celulares, três capas de colete à prova de bala, uma camisa da polícia e uma farda camuflada do Exército. A polícia aprendeu ainda materiais hospitalares, como soro e seringas.

Foi apreendida ainda uma metralhadora Medson 762 - que trazia a inscrição "mestre", alcunha usada pelo traficante Nem-, e mais dois fuzis. Durante a ação, cinco pessoas foram detidas, entre elas um adolescente que aparentava ter 15 anos e era procurado pela polícia desde 2009. O jovem foi encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e os outros quatro presos, para a 15ª Delegacia de Polícia, na Gávea.

A maioria das apreensões de hoje estava em contêineres enterrados na parte alta das comunidades. A droga tinha sido embalada em bexigas de borracha para despistar os cães farejadores.

Com Portal Terra