Semana de Ciência começa nesta segunda-feira

Jornal do Brasil

RIO - A ciência no Brasil é o tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que acontece da próxima segunda até domingo em todo o país. No Rio, mais de 300 atividades realizadas em 12 municípios todas gratuitas vão mostrar ao público como a ciência pode ser divertida. Na capital, a programação está concentrada em dois pólos principais: o Armazém Científico, no Centro Cultural Ação da Cidadania, na Avenida Barão de Tefé, 75, Saúde (Zona Norte), que abriga uma exposição de mais de 4 mil metros quadrados, e o Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande (Zona Oeste). Além disso, mais de 300 instituições estarão de portas abertas.

Este ano, o protagonista é o Demoiselle, réplica do pequeno aeroplano criado por Santos Dummont. A peça, de quase 7 metros de comprimento, estará exposta no centro do Armazém Científico destaca o coordenador da Semana no Rio, José Ribamar.

Na oficina Arte rupestre e escavação arqueológica, do Museu Nacional, os visitantes vão conhecer na prática o trabalho de um arqueólogo

A oficina Tem um ET no meu quintal? desafiará o público a distinguir meteoritos vindos do espaço sideral de pedras comuns. Quem acertar as diferenças receberá como prêmio uma estrela de resina recheada com pó de meteorito. Em um espaço reservado, técnicos do Instituto de Química da UFRJ vão mostrar como é possível dar formas ao vidro através do fogo.

Computadores

Nos dois pólos de atividades, a Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia disponibilizará computadores com acesso à internet para uso do público. Na atividade A Biodiversidade da Baía de Guanabara, através de um tanque de contato, os visitantes poderão observar a fauna da baía.

O público poderá rever atrações consagradas em outras edições, como o Planetário Inflável do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), que realiza sessões de astronomia em projeções de 180 graus anuncia Ribamar.