Homem é preso por suborno durante Operação Lei Seca em Niterói

JB Online

RIO - Um homem foi preso por tentar subornar um policial militar durante uma Operação Lei Seca, na tarde deste domingo, 26, em Itaipu, Região Oceânica de Niterói, segundo a assessoria de imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

De acordo com os agentes que faziam a blitz, eles abordaram um carro e a dona, que estava sem o documento, pediu ao genro que fosse levar para ela. Ao chegar ao loca, Rogério da Silva Demarques, de 38 anos, teria entregado o documento do veículo ao policial com uma nota de 50 reais dentro. Quando questionado da quantia, Rogério teria afirmado que era para que o agente não rebocasse o carro, já que ele não estava com o licenciamento em dia.

O policial deu voz de prisão ao homem e o levou ao 77ª DP (Icaraí), onde foi autuado por corrupção ativa. O carro foi rebocado e levado para um depósito público e a proprietária foi multada por dirigir sem documento e por não estar com o licenciamento em dia.

A Operação Lei Seca começou em março deste ano, com o objetivo de reduzir os acidentes no trânsito. A campanha educativa e de fiscalização tem caráter permanente e abrange os bairros da Capital e municípios da Região Metropolitana (Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá) e da Baixada Fluminense. Os motoristas são abordados em blitzes nas ruas e passam pelo teste do etilômetro para medir o teor de álcool no sangue.

Segundo o Governo do Estado, em junho deste ano, o Rio registrou menos 474 acidentes do que no mesmo período de 2008. A queda de 25,6% aconteceu após o início da Operação Lei Seca. Em maio, a redução foi de 36,2%. Já em abril, a queda ficou em 23,6% e, de 19 de março a 19 de abril, o número de acidentes registrou queda de 19%.