Lei Seca: Ambev e SINDCOMB entram na campanha contra acidente na pista

JB Online

DA REDAÇÃO - A Operação Lei Seca, da Secretaria de Estado de Governo, ganhou mais dois aliados de peso: a Ambev (Companhia de Bebidas das Américas) e o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes e de Lojas de Conveniência do Município do Rio de Janeiro (SINDCOMB). Eles se associaram ao Governo do Estado na luta pela redução de acidentes de trânsito, em que o álcool foi o principal responsável. A parceria vai resultar no adesivamento de 400 caminhões da multinacional e de 450 postos de combustíveis, além de formar agentes multiplicadores.

Na próxima segunda-feira (20/07) o subsecretário de Estado de Governo e coordenador-geral da Operação Lei Seca, Carlos Alberto Lopes, começa a dar palestras sobre a campanha aos 400 motoristas e 800 ajudantes da Ambev. A primeira turma será formada por 350 condutores. Já o SINDCOMB vai fazer um trabalho de conscientização com os usuários dos estabelecimentos. A ideia é capacitar os funcionários para atuarem como orientadores. Essa missão ficará a cargo do coordenador-geral da Operação Lei Seca que fará palestras no SINDCOMB. A primeira acontece na próxima terça-feira (21/07).

- Os funcionários dos postos e das lojas de conveniência vão passar as informações sobre a Operação Lei Seca aos clientes e convencê-los a aderir ao projeto, adesivando seus veículos. Essas novas parcerias são fantásticas e chamam a atenção, principalmente, porque uma multinacional que produz e vende bebidas alcoólicas nos procurou querendo ajudar na campanha - disse Lopes.

O coordenador da operação estuda a viabilidade de cadeirantes vítimas de acidentes de trânsito envolvendo álcool e direção e fiscais da Secretaria de Estado de Governo fazerem panfletagens sobre o perigo da mistura nos postos de combustíveis. Em junho deste ano, o Estado do Rio registrou menos 474 acidentes do que no mesmo período de 2008. A queda de 25,6% aconteceu após o início da Operação Lei Seca. Em maio, a redução foi de 36,2%. Já em abril, a queda ficou em 23,6% e, de 19 de março a 19 de abril, o número de acidentes registrou queda de 19%.

Lançada em 19 de março de 2009 com o objetivo de reduzir os acidentes, a Operação Lei Seca é uma campanha educativa e de fiscalização, de caráter permanente, que abrange os bairros da Capital e municípios da Região Metropolitana (Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá) e da Baixada Fluminense. Os motoristas são abordados em blitzes nas ruas e passam pelo teste do etilômetro para medir o teor de álcool no sangue.

Participam ainda da operação o Detran, a CET-Rio, a Uerj, a UFRJ, a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, a ONG Trânsito Amigo, 260 associações de taxistas _ que estão adesivando 38 mil táxis com a frase Operação Lei Seca Vá de táxi _ e a Fetranspor (Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro), que já começou a adesivar 12 mil ônibus sob a inscrição Operação Lei Seca Vá de Ônibus . A SuperVia também aderiu e adesivou quatro trens com a frase Operação Lei Seca Vá de Trem , assim como o Metrô-Rio, que envelopou seis vagões sob a inscrição Operação Lei Seca Vá de Metrô .