Degase adota pratos e talheres de plástico no Instituto Padre Severino

JB Online

RIO - As quentinhas servidas aos jovens que cumprem medidas socioeducativas no Instituto Padre Severino, na Ilha do Governador, unidade de internação provisória do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Novo Degase), chegaram ao fim. A partir desta semana, os adolescentes passam a fazer as refeições, servidas no refeitório da unidade, utilizando pratos e talheres de plástico. A medida tem como objetivo promover a ressocialização e o exercício da cidadania, já que a metodologia adotada pelo Departamento desde a sua vinculação à Secretaria de Educação é preparar os jovens para vida extramuros.

O horário do almoço permaneceu o mesmo, e, segundo o Degase, os jovens elogiaram e gostaram da novidade. De acordo com a direção da unidade, o processo de servir os 208 adolescentes que cumprem medidas no local dura aproximadamente 1h30, dependendo do efetivo de jovens que entram e saem da instituição diariamente. No Padre Severino, são servidos, além do almoço, café da manhã, lanche da tarde, jantar e ceia noturna. Todas as refeições são administradas e propostas por nutricionistas que preparam o cardápio semanal.

A novidade já foi colocada em prática em outras unidades de internação do Novo Degase. No Centro de Atendimento Intensivo (CAI-Baixada), em Belford Roxo, por exemplo, os jovens utilizam pratos e talheres de plástico durante as refeições servidas ao longo do dia. De acordo com especialistas da área de serviço social e psicologia do órgão, a medida promove o senso de cidadania dos jovens e ainda propõe a educação utilizando o senso de inclusão e dignidade, já que os adolescentes se alimentam da mesma forma que os servidores e educadores que trabalham no local.