Dentram faz campanha sobre segurança no trânsito nas escolas

JB Online

RIO - Junto com a abertura do ano letivo da rede estadual de ensino, o Detran desencadeou, na manhã desta segunda-feira, uma campanha de conscientização sobre normas de segurança e educação no trânsito. O presidente do órgão, Fernando Avelino, participou da ação realizada na porta do Colégio Estadual Júlia Kubitschek, no Centro, e, junto com uma equipe da Coordenadoria de Educação do Detran, distribuiu kits escolares e documentos educativos (panfletos) aos estudantes, com dicas sobre como evitar acidentes no trânsito.

Cerca de duas mil crianças com menos de 12 anos de idade se acidentam de uma forma ou de outra por questões ligadas ao trânsito no Estado do Rio de Janeiro. Segundo Avelino, não se pode conviver mais com este número indesejável e, para tanto, o Detran, em parceria com a Secretaria de Educação vai cumprir de forma pioneira o que determina a legislação e incluir na grade curricular do ensino público a disciplina Educação no Trânsito.

- Atendendo solicitação do governador Sérgio Cabral, do secretário da Casa Civil, Regis Fitchner, e da própria legislação federal, junto com a Secretaria de Educação vamos colocar no currículo escolar a disciplina Educação no Trânsito. Acredito que em três, quatro anos no máximo, esse quadro tenebroso de crianças acidentadas no trânsito tenderá a ficar perto de zero, assim que todo nosso planejamento seja colocado em prática - explicou Avelino.

A campanha prosseguiu à tarde, com equipes do Detran atuando em frente ao Liceu de Artes e Ofícios, na Praça XI; na porta do Colégio São Vicente de Paulo, no Cosme Velho; e na Escola Municipal José de Alencar, em Laranjeiras, com a distribuição de 2.500 kits escolares (caneta, lápis, borracha e régua) e documentos educativos. Também está prevista a distribuição de outros 18 mil panfletos em todos os Postos de Vistoria do Detran no Estado do Rio.

- Estamos usando os estudantes hoje, no primeiro dia de volta às aulas, para serem nossos agentes facilitadores. Sabemos que as questões vinculadas com crianças sempre tem um efeito muito bom, positivo e de resultados. São as crianças, por exemplo, que muitas vezes obrigam os pais a usar o cinto de segurança, que os induzem a parar de fumar. E, nosso papel neste dia de volta às aulas é fazer com que elas também se conscientizem e cobrem de seus pais a educação no trânsito - observou o presidente do Detran.

Ações como a que hoje começou a ser levada à rede de ensino serão constantes na nova administração do Detran, que atendendo determinação do governador e em parceria com a Secretaria de Educação, distribuiu kits escolares e panfletos educativos.

- Entendemos que a criança é o maior vetor educacional que podemos ter. Foi assim com o cinto de segurança, que as pessoas resistiam no início, o mesmo com o cigarro, com a bebida ou quando vai jogar um papel no chão. Na campanha de educação no trânsito estamos usando nossos maiores aliados que são as crianças - completou Avelino.

Para a dona-de-casa Sandra Sueli Maia Amidei, residente no Centro, mãe do estudante Rodrigo Amodei, do Colégio Estadual Júlia Kubitschek, a campanha do Detran não poderia ter vindo em melhor hora. Segundo ela, com a volta às aulas a preocupação com os filhos redobra, uma vez que ela desconfia muito da falta de educação de muitos motoristas que colocam em risco a vida dos pedestres, principalmente as crianças.

- Esta campanha é ótima. Na realidade, todos nós temos que atravessar a rua com cuidado porque as pessoas que dirigem não respeitam a lei. No sinal fechado eles passam mesmo! Então temos que prestar sempre muita atenção porque muitos motoristas não respeitam mesmo. Eu tenho consciência do que faço. Mas, mesmo assim, Rodrigo que lê bastante ainda me orienta: mãe vamos esperar um pouquinho, vamos atravessar pela faixa de pedestre, fala para mim - contou.