Jornal do Brasil

Rio - Eleições 2018

Mais de 80 mil votos para inelegíveis

Jornal do Brasil

Com candidaturas consideradas inelegíveis pela Justiça Eleitoral, os aspirantes ao governo do Rio Anthony Garotinho (PRP) e Luiz Eugenio Honorato (PCO) tiveram, juntos, 87.050 votos invalidados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Ainda em 27 de setembro, Garotinho foi considerado inelegível e teve seus direitos políticos suspensos pelo TSE, por ter sido condenado, em julho, por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito, em segunda instância do Tribunal de Justiça do Rio. O caso envolve desvios de R$ 234,4 milhões da área de Saúde do Rio de Janeiro quando ele era secretário da pasta, entre 2005 e 2006. Apesar da questão, quando a decisão foi tomada, o nome do ex-candidato já constava nas urnas. Recebeu 84.187 votos.
Com candidatura barrada pela Justiça, Luiz Eugenio Honorato recebeu 2.863 votos. Segundo processo, o problema não foi exatamente com seu nome. O Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários foi indeferido pela Justiça Eleitoral. Trata-se de um formulário com informações como data de convenção e gastos máximos com campanha eleitoral.



Recomendadas para você