Rio

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro no âmbito da Lava Jato

Policiais federais cumprem nesta quinta-feira (30) três mandados de busca e apreensão no estado do Rio de Janeiro em um desdobramento da operação Ponto Final.

A operação investiga pagamento de propinas de empresários dos transportes a agentes públicos. Os mandados estão sendo cumpridos na capital fluminense e na cidade de Paraíba do Sul, no interior do estado.

A Polícia Federal revelou que um dos investigados pela Operação Ponto Final mantinha dinheiro em uma conta bancária localizada na Holanda. O valor seria referente ao recebido de propinas pagas por empresários do setor de transportes públicos durante os anos de 2010 a 2016.

Os mandados foram expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. A Operação Ponto Final foi iniciada em 2017 pela força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro e resultou na prisão de 12 pessoas.

Entre os presos estão o empresário Jacob Barata filho, o ex-presidente-executivo da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor) Lélis Teixeira, e o ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado Rogério Onofre.