Jornal do Brasil

Rio

Prefeitura do Rio renova as garantias para sediar Fórmula 1

Representante teve encontro oficial com dirigente, em Abu Dhabi

Jornal do Brasil REDAÇÃO JB, redacao@jb.com.br

A Prefeitura do Rio renovou junto ao americano Chase Carey, CEO da Liberty Media (grupo controlador da Fórmula 1), neste domingo (1º), em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, as garantias para que a capital fluminense volte a receber o GP Brasil. O encontro aconteceu no Circuito de Yas Marina, após a corrida (vencida pelo piloto inglês Lewis Hamilton), com o secretário municipal de Ordem Pública, Gutemberg Fonseca - representando o prefeito Marcelo Crivella - e o senador Flavio Bolsonaro. O convite para a viagem dos representantes brasileiros aos Emirados partiu da F1.

“Fizemos uma apresentação ao senhor Carey a fim de esclarecer todas as questões ambientais e legais para efetivar oficialmente o retorno da F1 ao Rio de Janeiro. Os governos federal, estadual e municipal estão empenhados neste projeto que trará enormes benefícios para a cidade. Esta sinergia entre os poderes, junto ao desejo do povo carioca, também pesa para uma decisão favorável ao Rio”, explicou Gutemberg.

Ao término do encontro, os representantes do Brasil foram recebidos pelo hexacampeão Hamilton, a quem apresentaram a parte ambiental do projeto do autódromo de Deodoro, que, além de sustentável, terá um grande cinturão ambiental para resgatar e preservar a vegetação e a fauna nativas. “Impressionante a estrutura e o fluxo turístico que a Fórmula 1 proporciona para uma cidade e um país. O Rio de Janeiro, que foi palco de grandes eventos como a Copa do Mundo e Olimpíadas, será em breve a casa brasileira da F1”, reforçou o secretário de Ordem Pública. Tanto o Hamilton e Carey receberam camisas 10 da Seleção Brasileira personalizadas ao fim das reuniões.