Jornal do Brasil

Rio

Fiscais da prefeitura voltam à Bienal para recolher livros com temática LGBT

Jornal do Brasil BRUNO MOLINERO

Funcionários da Secretaria Municipal da Ordem Pública da prefeitura do Rio de Janeiro chegaram na tarde deste sábado (7) à Bienal do Livro para fiscalizar obras vendidas e recolher livros com temática LGBT ou que sejam considerados impróprios para crianças que não estejam lacrados.

Segundo o evento, eles chegaram à feira por volta das 18h e estão reunidos com a organização da Bienal e com a vice-presidente do Snel (Sindicato Nacional dos Editores de Livros), Mariana Zahar, para discutir como fazer a fiscalização e garantir a segurança das pessoas.

Por ser sábado e feriado, a Bienal está cheia, principalmente de famílias e crianças. Em alguns corredores, é impossível caminhar sem esbarrar nos visitantes.

A ação ocorre após o Tribunal de Justiça do Rio derrubar a liminar que impedia que a prefeitura recolhesse ou lacrasse livros no evento. Em nota, a Bienal disse que vai recorrer ao STF para que impeça novas ações da prefeitura e tentativas de censura.

(FolhaPress SNG, por BRUNO MOLINERO)