Jornal do Brasil

Rio

Polícia realiza operação para prender deputado estadual suspeito de chefiar grupo de extermínio

Vandro Lopes Gonçalves é suspeito de comandar um grupo de extermínio

Jornal do Brasil

A Polícia Civil cumpre na manhã desta terça-feira (21) um mandado de prisão contra o deputado estadual Vandro Lopes Gonçalves, de 42 anos, conhecido como Vandro Família, do Partido Solidariedade. De acordo com denúncias, ele é suspeito de comandar um grupo de extermínio, na época em que era prefeito de Magé, na Baixada Fluminense. Ele foi eleito como deputado no ano passado, com mais de 33 mil votos.

Chefe da milícia

Em 2012, quando ainda era vereador de Magé, foi preso acusado de chefiar uma milícia. Em 2016 assumiu o cargo de vice-prefeito da cidade. Antes de entrar na carreira política, Vandro Família atuava como sargento no Batalhão de Magé. Em 2009, ele e os irmãos gêmeos Márcio e Marcelo Costa Teixeira mataram o jovem Joelson Carlos Suterio, em frente à casa da vítima, em Fragoso. A operação de hoje acontece em 19 endereços.