Jornal do Brasil

Rio

PF faz operação contra fraudes na Previdência Social no Rio

Esquema criminoso realizava falsificação da documentação pública para concessão de maneira irregular de pensão por óbito e benefício de Prestação Continuada

Jornal do Brasil

A Polícia Federal (PF) cumpre dois mandatos de busca e apreensão na Zona Norte do Rio de Janeiro em uma ação contra fraudes na Previdência Social, nesta quarta-feira (17).

As investigações iniciaram em 2017, quando foi identificado um esquema criminoso de falsificação de documentação pública para concessão de maneira irregular de pensão por óbito e benefício de Prestação Continuada (BPC).

Macaque in the trees
Lava Jato completa cinco anos (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

A operação é articulada pela Força-Tarefa Previdenciária, integrada pela Secretaria de Previdência do Ministério da Economia, pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal.

 

Bairros

Os bairros onde os mandados estão sendo cumpridos são Cachambi e Anchieta. Os suspeitos da Operação Casa de Fraudes 2 são acusados por atuar com nomes de cidadão fictícios por meio desses documentos falsos, intermediando obter os benefícios de previdência. Já foram identificadas atuações de três procuradores no esquema fraudulento.

Um deles tinha mais de 20 benefícios cadastrados para seu endereço residencial, todos com documentação não encontrada nas bases de dados de órgãos de identificação do Rio, Instituto Félix Pacheco. Na investigação, foram identificados trinta e três benefícios irregulares que provocaram um prejuízo de R$ 1,99 milhão aos cofres públicos.

A estimativa é de que a suspensão dessas irregularidades possa render cerca de R$ 3,23 milhões em economias.