Rio

Estação Manguinhos ficou fechada, após uma passageira ser baleada

Os trens estão circulando normalmente, mas há registro de atrasos na manhã desta quinta-feira (4)

A Estação de trem Manguinhos, na Zona Norte,  ficou fechada na manhã desta quinta-feira (4), após uma passageira ser baleada na perna quando estaca dentro do local. 

Policiais e traficantes da comunidade entraram em confronto e uma bala perdida acabou atingindo a mulher. Ela levada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, e  está fora de perigo.

Os trens estão com atrasado, mas segundo informações da Supervia, os vagões já estão circulando normalmente na região.

O tiroteio fez com que a circulação dos trem no ramal Gramacho ficasse interrompida até às 7h20. O mesmo ocorreu na manhã desta quarta-feira (3), também pelos tiros na região.

Em nota, a Supervia explica a situação dos trens no local:

"Às 5h56 de hoje (04/04), a SuperVia foi informada sobre uma passageira baleada na perna na estação Manguinhos (ramal Saracuruna). A concessionária acionou imediatamente o Corpo de Bombeiros e ela foi encaminhada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro.

No momento do ocorrido, a estação já havia sido fechada em função de tiroteio registrado nas proximidades. A operação dos trens também já havia sido alterada por medida de segurança. O Centro de Controle Operacional ordenou que os trens circulassem apenas entre as estações Bonsucesso e Gramacho, sem partidas da Central do Brasil. O trecho Gramacho-Saracuruna não foi afetado. A circulação foi normalizada às 7h20.

A empresa lamenta que a insegurança observada no estado atinja também o sistema ferroviário, colocando em risco os seus passageiros e funcionários. Desde o início do ano, por medida de segurança, a SuperVia já precisou alterar a circulação dos trens 21 vezes por conta de tiroteios nas imediações da via férrea. Quatorze dessas ocorrências foram registradas em Manguinhos."