Rio

Marielle Polícia Federal

Paulo Carneiro/AE
Credit...Paulo Carneiro/AE

Policiais federais cumprem hoje (21), no Rio de Janeiro, oito mandados de busca e apreensão para apurar supostas tentativas visando prejudicar as investigações dos homicídios da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes, ocorridos em março de 2018. Segundo a Polícia Federal (PF), a apuração é sigilosa e os mandados foram autorizados pela Justiça.

A Polícia Federal começou sua apuração em novembro do ano passado, depois de receber denúncias de que agentes do estado estariam agindo para prejudicar as investigações do caso, a cargo da Delegacia de Homicídios da capital, da Polícia Civil.



Movimentação de viaturas na Superintendência da Polícia Federal, na Região Portuária do Rio. Agentes da PF estão nas ruas, na manhã desta quinta-feira 21, para cumprir oito mandados de busca e apreensão do caso Marielle Franco.
Acima, movimentação de viaturas na Superintendência da Polícia Federal, na Região Portuária do Rio: agentes da PF foram às ruas, na manhã de ontem, para cumprir oito mandados de busca e apreensão do caso Marielle Franco. Um deles foi na casa de Domingos Brazão (ao lado), conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ)