Jornal do Brasil

Rio

Portal dos Procurados pede informações sobre envolvidos na morte de jovem que tentou proteger a mãe

Jornal do Brasil

O Portal dos Procurados divulga nesta quarta-feira, dia 16/01, cartaz com o título – Quem Matou? – para ajudar a Delegacia de Homicídios da Capital – DH/Capital – com informações que possam levar a identificação e prisão dos envolvidos na morte de Matheus dos Santos Lessa, de 22 anos.

Ele morreu após ser baleado ao tentar proteger a mãe durante um assalto em Barra de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na noite dessa terça-feira (15), e acabou sendo atingido nas mãos e no pescoço.

Macaque in the trees
Portal divulgou cartaz em busca de informações que possam levar a identificação e prisão dos envolvidos na morte de Matheus (Foto: Reprodução)

O crime aconteceu por volta das 19h30, quando dois criminosos chegaram de moto ao mercado da família, localizado na Rua Francisco Furtado, e anunciaram o assalto. A mãe da vítima que estava no caixa, foi ameaçada pelos bandidos, foi quando Matheus viu e tentou defender a mãe. Durante a luta, os criminosos atiraram. O jovem ainda foi levado por uma ambulância do Corpo de Bombeiros para o Hospital municipal Rocha Faria, em Campo Grande, também na Zona Oeste, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Os criminosos fugiram do estabelecimento depois de terem efetuado os disparos. Agentes da Delegacia de Homicídios (DH), coordenados pelos Delegado Assistente Drº Evaristo Pontes, assumiram o caso, e seguem em busca de testemunhas e imagens que possam ajudar a encontrar os assaltantes.

Quem tiver qualquer informação a respeito da identificação e localização dos assassinos favor denunciar pelos seguintes canais: pelo Mesa de Atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, pelo Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, , ou pelo Aplicativo para celular – Disque Denúncia – . O Anonimato é garantido.

Todas as denúncias sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para DH- Capital, encarregada do caso e do inquérito criminal.