Jornal do Brasil

Rio

Ex-juiz estava no evento da placa

Jornal do Brasil

Wilson Witzel (PSC) esteve pressente no ato de campanha em que os então candidatos Rodrigo Amorim e Daniel Silveira — eleitos, respectivamente, deputados estadual e federal pelo partido de Jair Bolsonaro, o PSL — destruíram uma placa em homenagem à vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada em março. Vídeo gravado no dia 30, durante agenda de campanha em Petrópolis, na Região Serrana, mostra discurso de Amorim, no palanque, ao lado de Silveira e também de Witzel.

Macaque in the trees
Witzel (dir.) no evento em que Amorim destruiu placa em memória de Marielle (Foto: reprodução facebook)

Em nota oficial, a assessoria do candidato informou que ele “participava de um ato de campanha em Petrópolis quando a placa foi quebrada por outro candidato”. “Naquele momento, Wilson discursava sobre suas propostas de governo. Ele reitera o que já declarou outras vezes, que lamenta a morte de qualquer ser humano em circunstâncias criminosas e as investigações de homicídio devem ser conduzidas com rigor, e, assim, será feito caso seja eleito, dando respostas efetivas à sociedade”, afirmou a assessoria do candidato do PSC. (Com Estadão Conteúdo)



Recomendadas para você