Manifestantes chamam Bolsonaro de 'traidor' em evento no Rio

Pensionistas, integrantes da reserva e reformados das Forças Armadas fizeram uma manifestação em formatura de sargentos da Marinha

Macaque in the trees
Jair Bolsonaro tem marcado presença em formatura de militares com frequência (Foto: Pakito Varginha / Futura Press para o Terra)

No dia em que o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) foi alvo de operação que apura suposto esquema de corrupção na Prefeitura, o presidente Jair Bolsonaro esteve com ele em formatura de sargentos da Marinha, na zona norte do Rio. Em aproximação com o presidente, o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), também compareceu. Assim como Bolsonaro, Castro vai a Brasília após o evento para prestigiar a posse do carioca Luiz Fux na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF).

Num breve discurso de cerca de três minutos, Bolsonaro disse apenas que estava feliz em prestigiar a formatura "nessa terra maravilhosa chamada Rio de Janeiro" e fez acenos aos militares. Do lado de fora do evento, houve protesto de reservistas, que chamaram o presidente de "traidor".  Eles levaram faixas contra a lei 13.954/19, que mudou a Previdência dos militares.

LEIA AQUI A MATÉRIA COMPLETA