'Não vão me tirar daqui', diz Bolsonaro a grupo de manifestantes

Macaque in the trees
Enquanto Bolsonaro falava, seus seguidores gritavam contra Rodrigo Maia (Foto: AP / Andre Borges)

O presidente Jair Bolsonaro conversou neste sábado (18) com manifestantes contra o aborto e a favor do governo no Palácio do Planalto.

A declaração foi dada enquanto Bolsonaro criticava as medidas restritivas impostas por governadores e prefeitos para conter a disseminação do coronavírus. 

"A economia não roda dessa forma. Vai faltar dinheiro para pagar servidor público, e o Brasil está mergulhando num caos. Eu quero crer que não seja apenas má vontade desses políticos que não vou nominar aqui querer abalar a Presidência da República. Não vão me tirar daqui", disse Bolsonaro.

Enquanto o presidente falava, alguns manifestantes gritavam "fora, Maia", em referência ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Neste sábado, manifestantes fizeram carreatas em algumas cidades do país pedindo a reabertura do comércio.

Segundo o último balanço do Ministério da Saúde, o Brasil registra 36.599 casos confirmados e 2.347 mortes pela Covid-19.