Lacerda diz ter sido informado que MDB e PRB vão apoiar Pimentel em MG

O ex-prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), disse ao Estadão/Broadcast ter sido informado de que o MDB mineiro e o PRB fecharam acordo para apoiar o governador Fernando Pimentel (PT), que disputará a reeleição.

As duas siglas estavam prestes a apoiar Lacerda na disputa pelo governo mineiro, mas a executiva nacional do PSB interveio e tirou Lacerda da disputa. Pelo acordo entre PT e PSB, os pessebistas abririam mão da disputa em Minas para apoiar Pimentel, em troca de o PT subir no palanque de Paulo Câmara (PSB), que disputa a reeleição em Pernambuco.

A cúpula do PSB está reunida nesse momento com Lacerda na sede da sigla em Brasília. O clima é tenso. "Não posso me coligar com o PT em Minas Gerais (para disputar o Senado). Eu não teria os votos petistas e ainda perderia os outros", disse Lacerda.

Candidato do PSDB ao governo mineiro, o senador Antonio Anastasia convidou Lacerda para disputar o Senado na coligação tucana. A ideia agrada ao ex-prefeito de Belo Horizonte, mas esbarra nos termos do acordo entre PSB e PT que culminou na neutralidade pessebista na disputa presidencial. O PT pressiona o PSB a cumprir o acordo em Minas Gerais e ameaça recolocar a vereadora Ana Arraes na disputa em Pernambuco.