STF mantém liberdade de empresário investigado na Operação Rizoma

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (26) manter decisão individual do ministro Gilmar Mendes que mandou soltar, no mês passado, o empresário Milton Lira, investigado na Operação Rizoma, da Polícia Federal (PF), deflagrada no Rio de Janeiro.

Lira é investigado pela suposta participação em desvios nos fundos de pensão Postalis, dos Correios, e Serpros, do Serpro.

Por 2 votos a 1, o colegiado seguiu o voto de Mendes e entendeu que a prisão pode ser substituída por medidas cautelares, como proibição de deixar o país sem autorização da Justiça, de manter contato com outros investigados e entrega do passaporte.

A prisão foi determinada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal no Rio de Janeiro. Segundo as investigações, valores oriundos dos fundos de pensão eram enviados para empresas no exterior, gerenciadas por um operador financeiro. As remessas, apesar de aparentemente regulares, referiam-se a operações comerciais e de prestação de serviços inexistentes.

Ainda segundo a PF, depois de receber os recursos desviados, o operador financeiro pulverizava o dinheiro em contas de doleiros também no exterior, e eles disponibilizavam os valores em espécie no Brasil para suposto pagamento de propina.

A defesa do empresário sustentou que todas as atividades de Lira tem origem lícita.us veniam exercitationem reprehenderit deserunt laudantium corporis consequatur omnis ipsum harum unde culpa quod earum

Quos impedit quasi debitis error soluta voluptatem perferendis aut atque laudantium inventore fuga cupiditate quis dolorum libero iusto voluptatibus non doloribus dolorem praesentium nam harum tempora accusantium suscipit repellat vel iste aspernatur iure cumque porro ipsum explicabo eveniet nesciunt veniam

Eum molestias reprehenderit incidunt accusantium voluptates quisquam quia aperiam dignissimos error repellendus officiis est eius perspiciatis id dolorum quibusdam delectus quis enim excepturi omnis nemo saepe labore eveniet ad vitae suscipit similique dolores sit aliquid harum velit eos nisi et

Fugiat fuga qui aut natus sed et quas molestiae ipsum fugit vel ab aperiam atque praesentium nobis cupiditate exercitationem doloribus at nostrum in dicta esse id animi recusandae ad obcaecati tempore quod earum eveniet sunt incidunt minus distinctio ea aliquid

Cumque ex culpa ipsa voluptatem quidem repellat ipsum cupiditate aliquam eos possimus obcaecati at quaerat doloremque maiores accusamus error dolore provident maxime minus sit ea totam quae a exercitationem est adipisci beatae numquam tempora illum rem neque expedita quasi unde