Quadrilha explode caixas de bancos em duas cidades do interior paulista

Criminosos explodiram os caixas eletrônicos de agências bancárias em duas pequenas cidades do interior de São Paulo na madrugada desta quinta-feira, 21. Os ataques, em Divinolândia e Tapiratiba, que ficam na mesma região, foram em sequência, o que leva a polícia a acreditar que foram realizados pela mesma quadrilha. Nos dois casos, os alvos foram agências do Banco do Brasil. O bando fugiu com o dinheiro e até publicação desta matéria, nenhum suspeito tinha sido preso.

O primeiro ataque aconteceu na agência de Divinolândia, cidade de 11,2 mil habitantes. O bando chegou em vários carros por volta da 1h30 desta quinta. Além dos caixas, a força da explosão destruiu a agência - até parte do teto veio abaixo. Duas horas depois, os criminosos atacaram a agência de Tapiratiba, de 12,7 mil moradores, a 32 km de distância.

As explosões assustaram os moradores e também destruíram a agência. Destroços de um dos equipamentos foram lançados na rua. A Polícia Militar foi mobilizada, mas os criminosos fugiram. As duas cidades ficam próximas da divisa com o Estado de Minas Gerais, para onde podem ter fugido os integrantes da quadrilha.

Histórico

Os ataques a bancos com explosivos não dão trégua ao interior paulista. Na Sexta-feira passada, dia 15, criminosos invadiram e explodiram uma agência da Caixa Econômica Federal em Santa Bárbara d'Oeste. A Secretaria da Segurança Pública do Estado, porém, afirma que o número desse tipo de ocorrência está em queda no Estado. Foram 16 roubos a banco de janeiro a abril deste ano, contra 44 registrados no mesmo período do ano passado.