Juiz Marcelo Bretas diz que não vê ameaça em fala de general Villas Bôas

O juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelo julgamento da Lava Jato no Rio, foi uma das autoridades públicas que declarou apoio ao comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, que manifestou "repúdio à impunidade" em um tuíte na noite desta terça-feira, 3.

Após compartilhar a publicação do general com um ícone de "aplauso", Bretas voltou a se manifestar na madrugada desta quarta-feira, 4, favorável às declarações de Villas Bôas, quando respondeu a um internauta que o questionou por "bater palmas para uma sutil ameaça ao STF".

Bretas respondeu que não via nenhuma ameaça na fala do comandante militar.

"Eu respeito profundamente o Exército Brasileiro e compartilho dos valores ali enunciados (repúdio à impunidade e respeito à Constituição, à paz social e à Democracia). Não sei de que ameaça você fala", escreveu o juiz. "Contudo, não me pronuncio sobre as insinuações que dela derivaram", disse o magistrado, em outra publicação.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais