PF prende mulher ligada ao Grupo Libra, no âmbito da Operação Skala

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (29), no Rio, uma mulher ligada ao Grupo Libra - que atua no setor de portos e é investigado na Lava Jato. A prisão foi parte da Operação Skala, deflagrada pela manhã, que cumpre mandados de prisão no inquérito que investiga se o presidente Michel Temer beneficiou empresas do setor portuário em troca de recebimento de propinas.

Na ação, nomes próximos ao presidente Temer, como o empresário e advogado Jose Yunes, foram presos. O Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, já entrou em contato com a assessoria de imprensa do Grupo Libra, mas ainda não recebeu um posicionamento. O espaço está aberto para manifestação.