TRF-4 marca para segunda-feira julgamento do recurso de Lula

Ex-presidente pode ser preso assim que se esgotarem todos os recursos naquele tribunal

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) marcou para a próxima segunda-feira (26), a partir das 13h30, o julgamento do recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra decisão que aumentou a sua pena no caso do triplex em Guarujá (SP). Nesta quarta-feira, 21, às 11h38, o processo eletrônico registrou: "incluído em mesa para julgamento".

A 8ª Turma do TRF4 manteve, em 24 de janeiro, a condenação de Lula na primeira instância, e ainda aumentou a pena para 12 anos e um mês de prisão. 

Também ficou decidido que Lula pode ser preso assim que se esgotarem todos os recursos naquele tribunal.

O recurso é decisivo para Lula, cada vez mais perto da prisão da Operação Lava Jato. Condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso triplex, o ex-presidente tenta na Corte sua cartada mais importante.

Os advogados do petista entregaram o embargo de declaração no dia 20 de fevereiro contra o acórdão do Tribunal da Lava Jato. Por meio do recurso, sua defesa questiona "obscuridades e omissões" no acórdão do TRF-4 que lhe impôs a pena de prisão em janeiro.

Cabe ao relator da Lava Jato na Corte, desembargador João Pedro Gebran Neto, elaborar um relatório e seu o voto e marcar a data para julgamento da 8ª Turma. Este recurso não tem revisor.