Não há razão para não manter leilão em 21 de maio, diz presidente da Eletrobras

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., disse nesta quarta-feira, 21, que as distribuidoras de energia do grupo que não forem vendidas serão liquidadas, porque a companhia só pode operá-las em caráter precário até o dia 31 de julho. "Até o momento, não há razão para não manter o leilão no dia 21 de maio", completou.

Segundo o executivo, o governo está dando todas as condições para que as distribuidoras sejam assumidas por gestores privados, como a assunção do déficit de R$ 11,2 bilhões dessas empresas. 

O processo, porém, ainda está pendente de um sinal verde do Tribunal de Contas da União (TCU).

Fonte: Estadão conteúdo