PGR garante que MP está mobilizado em torno das investigações do assassinato de Marielle e Anderson

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, garantiu que está empenhada em auxiliar o trabalho do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro em relação às investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Pedro Gomes.

Dodge também determinou na manhã desta quinta-feira (15) a instauração de procedimento instrutório de eventual federalização da persecução penal. A PGR solicitou à Polícia Federal que adote diligências de investigações necessárias.

De acordo com nota pública emitida nesta quinta-feira, o Ministério Público está "unido e mobilizado em torno do assunto". Ivana Farina, secretária de Direitos Humanos do Conselho Nacional do MP, Ivana Farina, Nedens Ulissen, secretário de Relações Institucionais do CNMP e André de Carvalho Ramos, secretário de Direitos Humanos da PGR acompanharão as investigações junto ao procurador-geral de Justiça Eduardo Gussen e autoridades do Estado.

Entenda

A vereadora do Psol Marielle Franco, de 38 anos, foi morta a tiros na Rua Joaquim Palhares, no Estácio, região central do Rio, na noite de quarta-feira (14). Policiais do 4° BPM (São Cristóvão) informaram que ela foi baleada junto com o motorista, Anderson Pedro Gomes, de 36 anos, dentro de um carro. Ele também morreu. A assessora Fernanda Chaves foi atingida por estilhaços e levada ferida para o Hospital Souza Aguiar, sem risco de morte.

Os corpos da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, assassinados na noite de quarta-feira, 14, na Praça da Bandeira, no centro do Rio, já foram liberados pelo Instituto Médico Legal (IML) e seguiram em direção a uma casa funerária. De lá, os corpos seguem para a Câmara dos Vereadores, onde serão velados a partir das 13 horas desta quinta-feira, 15.

O enterro de Marielle está marcado para as 16 horas, no Cemitério do Caju, na zona norte. O enterro do motorista será no mesmo horário, no Cemitério de Inhaúma, também na zona norte.