Luciana Genro chama prefeito de Porto alegre de "autoritário e ridículo"

Marchezan pediu Exército e Força Nacional para julgamento de Lula no TRF-4

A ex-deputada federal Luciana Genro (Psol-RS) criticou o pedido do prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan (PSDB) para que o presidente Michel Temer envie à capital gaúcha tropas do Exército e da Força Nacional no próximo dia 24, quando o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) julgará o recurso sobre a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Nas redes sociais, Luciana Genro afirmou, nesta quinta-feira (4), que Marchezan "além de autoritário, está ficando ridículo".

"Porto Alegre está abandonada, sem segurança e com serviços precários, e o prefeito está mais preocupado com protestos do que em resolver os problemas da cidade. Além de autoritário o @marchezan_ está ficando ridículo!", criticou Genro.

O prefeito de Porto Alegre solicitou a Temer nesta quarta-feira (3) o envio de tropas do Exército e da Força Nacional para a cidade durante o julgamento de Lula. Marchezan justificou o pedido dizendo querer "proteger o cidadão e o patrimônio público".  No documento ele reforça o pedido diante de "ameaça de ocupação de espaços públicos" e devido a uma suposta menção a "desobediência civil e luta" que teria sido divulgado por políticos.

>> Entenda passo a passo as chances de Lula ser candidato na eleição presidencial