Maia diz que decide dia 27 se Câmara define perda de mandato de Maluf

STF determinou perda, mas presidente da Câmara defende decisão em plenário

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta sexta-feira (22) que vai decidir apenas na quarta-feira (27) se a Mesa Diretora da Casa tomará uma decisão definitiva sobre o mandato do deputado Paulo Maluf (PP-SP), ou se vai recorrer da decisão do STF que determinou a perda do mandato parlamentar, encaminhado ao presídio da Papuda na tarde desta sexta.

Maia voltou a defender que uma decisão seja definida pelo plenário da Câmara, mas acrescentou que a assessoria da Casa analisa a medida a ser tomada. 

"Quem pode cassar um mandato é a sociedade representada pelo plenário. Mas a assessoria está vendo. No dia 27 eu decido qual vai ser o encaminhamento: se a mesa decide ou se a mesa recorre da decisão e pede uma posição, um esclarecimento, do Supremo", disse Maia.

“Eu tenho a interpretação que, o caso que tenha passado no plenário, do deputado [Natan] Donadon [sem partido-RO], a decisão foi que o plenário da Câmara que decide. Aliás eu acho que, para a democracia, esse é o caminho correto”, acrescentou.

>> Maia diz que cassação do mandato de Maluf não deverá ser automática

>> Câmara suspende salários e benefícios dos deputados Paulo Maluf e Celso Jacob