"Depois dizem que a Lava Jato quer acabar com a corrupção", diz Lula sobre Temer

Ex-presidente criticou gastos de peemedebista com deputados para barrar denúncia

Em ato na noite desta quarta-feira (25), em Araçuaí (MG), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou a rejeição da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, em votação na Câmara dos Deputados.

"Já são quase R$ 30 bilhões que o Temer gastou com deputado pra ficar no governo. Nós gastamos R$ 9 bilhões com a transposição do Rio São Francisco pra levar água pra milhões de nordestinos e acharam caro", afirmou Lula.

O petista comparou ainda a aprovação de seu governo e de sua imagem como presidente da República com a de Temer, que já vem registrando um dos piores índices de aprovação no mundo, atrás até do presidente venezuelano Nicolás Maduro.

"Quando saí da Presidência queriam que eu fizesse um terceiro mandato. Em nome da democracia deixei a Presidência da República. Eu tinha 87% de aprovação do governo, o Temer tem 97% do povo brasileiro contra a permanência dele na presidência. Ele só tem 3% de aprovação, que deve ser na casa dele", declarou Lula.

O ex-presidente aproveitou para questionar o discurso da Lava Jato. "E depois dizem que a Lava Jato quer acabar com a corrupção, dizem que a Lava Jato está moralizando esse país", pontuou. "Nós agora estamos correndo o risco de perder tudo que a gente conquistou nos últimos 12 anos", ressaltou Lula.