Temer passa mal e é encaminhado ao Hospital do Exército em Brasília

O presidente Michel Temer está no Hospital Militar de Base de Área (HMAB), do Exército, em Brasília. A informação foi confirmada pelo hospital. Anteriormente, foi informado que o peemedebista estaria internado em centro cirúrgico, mas o Planalto informou em nota que o presidente apenas passa por exames, por uma obstrução urológica. 

O deputado Beto Mansur (PRB-SP) disse que falou com presidente sobre o processo e votação duas vezes por volta das 13h30, mas não sabe se naquele momento Temer já estava no hospital.

O deputado Carlos Marun (PMDB-MS), um dos vice-líderes do governo, comentou que Michel Temer está em um hospital de Brasília, mas que não seria nada grave. “O presidente teve uma indisposição e foi levado para exames, mas se encontra bem”, afirmou.

Por meio de uma nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República disse que o mandatário sofreu um "desconforto no fim da manhã" por causa de uma "obstrução urológica". "O médico de plantão recomendou que [Temer] fosse avaliado no Hospital do Exército, onde se encontra para a realização de exame e devido tratamento."

>> Temer internado: As perguntas que o Brasil precisa saber

A notícia chegou no momento em que a Câmara discutia um adiamento da votação da segunda denúncia contra o presidente. Na sessão da manhã, a oposição conseguiu obstruir a votação por falta de quórum. O presidente da Casa Rodrigo Maia convocou uma nova para o período da tarde. 

Temer chegou ao Palácio do Planalto por volta das 9h e na agenda constavam reuniões com deputados, ministros e o governador do Tocantins, Marcelo Miranda.

O anúncio de que Temer tinha passado mal foi feito no plenário da Câmara durante a sessão para análise da denúncia, causando grande agitação no plenário.

Leia nota divulgada pelo Palácio do Planalto:

NOTA À IMPRENSA

O Presidente Michel Temer teve um desconforto no fim da manhã de hoje e foi consultado no próprio departamento médico do Palácio do Planalto.

O médico de plantão constatou uma obstrução urológica e recomendou que fosse avaliado no Hospital do Exército, onde se encontra para realização de exame e devido tratamento.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

Com Agência Brasil