Com confusão na entrada do tribunal, ex-ministra ganha em processo de Alexandre Frota

A ex-ministra de Políticas para Mulheres do governo Dilma, Eleonora Menicucci, venceu em segunda instância, nesta terça-feira (24), no processo movido pelo ator Alexandre Frota, que pedia R$ 10 mil em indenização pelo fato de Eleonora ter se referido ao ator como alguém que fez apologia ao estupro.

O caso estava sendo julgado no Centro de São Paulo, onde um grupo se reuniu em um ato de solidariedade à ex-ministra.

No local, Frota se envolveu em uma confusão. Confira aqui a transmissão no Facebook feita pelo Brasil de Fato.

Em 2014, Frota descreveu no programa de entrevistas de Danilo Gentili, no SBT, a relação sexual que teria tido com uma uma mãe de santo, que desmaiou em decorrência da pressão que ele fez em sua nuca durante o ato. A história foi contada com tom de humor no programa.

Eleonora fez então uma crítica ao ministro da Educação, Mendonça Filho, por receber em seu gabinete, dois anos depois, alguém que havia feito apologia ao estupro.