'El Observador': Investigação anti-corrupção causa terremoto político no Brasil

Jornal do Uruguai diz que STF divulgou nomes de aliados do presidente

Matéria publicada pelo jornal uruguaio El Observador nesta quinta-feira (13) conta que o presidente brasileiro Michel Temer, busca combater a crise que atinge novamente o seu gabinete, em um país que acordou na quarta-feira (12) literalmente chocado, após a Suprema Corte autorizou investigação a oito ministros, um terço do Senado e 40 deputados por suspeita de corrupção.

Segundo a reportagem a lista aponta justamente contra o núcleo do legislativo e do executivo, que formou uma parceria estreita desde que Temer assumiu o cargo no ano passado.

O diário destaca que a notícia da investigação ligada a Lava Jato, que revelou um padrão chocante de corrupção decorrentes do pagamento de subornos a líderes políticos com fundos da Petrobras esvaziaram o Congresso e ameaça as reformas econômicas promovidas pelo governo para combater a recessão.

Apesar das tensões e do terremoto político que a decisão do STF gerou no país, Temer procurou transmitir normalidade durante um evento em Brasília, ressalta El Observador.

> > El Observador Terremoto político en Brasil por investigación anti corrupción