Ronaldo Caiado quer ser candidato pelo DEM à Presidência da República

Depois de afirmar que o presidente Michel Temer não deveria ter receio diante da possibilidade de renunciar ao mandato e antecipar as eleições de 2018, o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (MT), autorizou correligionários, como o deputado Onyx Lorenzoni (RS), a trabalhar seu nome como candidato do partido à Presidência da República.

De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, Lorenzoni entra em ação no início de fevereiro, assim que o Congresso Nacional voltar do recesso, e deve convocar uma reunião da Executiva Nacional em busca de apoios.

A contrapartida é que Caiado, como um dos principais nomes do DEM no cenário nacional, ajude Onyx Lorenzoni a viabilizar sua candidatura para o governo do Rio Grande do Sul, nas eleições de 2018.

Atualmente, o DEM integra a base aliada do governo de Temer (PMDB) e vem recebendo apoio do Palácio do Planalto para que o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), seja reconduzido ao cargo, em eleição a ser realizada no início de fevereiro, para um mandato de mais dois anos. Maia substituiu Eduardo Cunha no comando da Casa, após a cassação do mandato do peemedebista.

>> Caiado anuncia apoio "independente e crítico" ao governo de Temer