Ameaça de bomba suspende prova da OAB em Salvador

Um homem que ameaçava explodir uma bomba em uma universidade que recebia 3.400 candidatos para o exame da OAB neste domingo (24) se entregou, após quatro horas de negociações entre Bope e Polícia Federal, em operação conjunta com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. De acordo com informações do Bope, ele não portava nenhum explosivo, apenas roupas em um sacola preta.

Não houve feridos. Testemunhas afirmaram que o homem estaria frustrado por fazer a prova há vários anos sem obter a aprovação.  

O episódio chegou a causar pânico no local, no Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), que fica na Avenida Paralela, uma das mais movimentadas de Salvador. O prédio foi evacuado e a polícia foi enviada ao local para negociar com o suspeito.

O homem já tinha pendências com a Justiça e foi encaminhado para prestar depoimento na delegacia. De acordo com a polícia, ele apresentava sinais de distúrbio mental. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais