Delcídio diz que seu grampo 'parece a Disney' perto de conversas de Jucá

"Por muito menos eu fui preso", declarou o ex-senador à 'Rádio Gaúcha'

O ex-senador Delcídio Amaral comentou sobre o diálogo divulgado entre o ex-ministro do Planejamento, Romero Jucá, e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, à Rádio Gaúcha. "Por muito menos, eu fui preso", afirmou.

No diálogo revelado pela Folha de São Paulo, Jucá fala sobre a necessidade de afastar a presidente Dilma Rousseff para "estancar a sangria" da Lava Jato, e faz uma referência a um pacto entre poderes. 

A gravação de Delcídio, por sua vez, mostrava o ex-senador propondo a fuga de Nestor Cerveró para o Paraguai. 

Delcídio classificou o episódio de Romero Jucá como "grave". "Nada como um dia depois do outro! O caso é grave! Depois dos grampos da Dilma e do Lula e agora o do Jucá e do Sérgio Machado, o meu parece a Disney!!!! Aguardamos agora as providências de caráter judicial!", disse o ex-senador pelo WhatsApp.

Delcídio foi preso por suspeita de tentar obstruir a Operação Lava Jato e teve o mandato cassado pelo Senado Federal.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais