Plano Estratégico da Região Metropolitana é iniciado 

Governo do Estado e arquiteto Jaime Lerner assinam contrato

O diretor-executivo da Câmara Metropolitana, Vicente Loureiro, assinou na quinta-feira (14/1), no Palácio Guanabara, a contratação do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana. O consórcio vencedor é liderado pelo arquiteto Jaime Lerner e formado pelas empresas Jaime Lerner Associados e Quanta Consultoria. Com investimento de R$ 7,7 milhões do Banco Mundial, o plano vai definir ações estruturantes para os 21 municípios da Região Metropolitana, com prazo de conclusão em 30 de junho de 2017.

As áreas estratégicas de execução do plano envolverão os setores de Mobilidade, Saneamento, Resiliência, Uso do Solo e Comunicação. As primeiras ações começam este mês, com a definição de ações nas áreas de mobilidade, saneamento, sustentabilidade e ordenamento territorial.

A tarefa caberá ao Comitê Executivo de Estratégias Metropolitanas – criado para integrar as políticas de caráter metropolitano – e contará com a participação de representantes de oito secretarias: Obras, Casa Civil, Transportes, Ambiente, Habitação, Fazenda, Assistência Social e Planejamento.   

O Plano Estratégico também vai ouvir a sociedade com a realização de audiências públicas nos municípios e a criação de um conselho. O órgão vai reunir representantes do Executivo e do Legislativo dos 21 municípios, entidades de classe, universidades e ONGs, que acompanharão todas as etapas do plano.  

– Vamos ouvir os diversos setores da sociedade, que poderão opinar sobre os principais gargalos da vida metropolitana. Captar informações da sociedade é fundamental para construirmos uma metrópole mais justa e com mais oportunidade – explicou Vicente Loureiro.

Ex-governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba, o arquiteto Jaime Lerner explica que a iniciativa do Governo do Estado merece aplausos porque é acompanhada de uma visão de integração com a sociedade.

– A criação de um conselho, com a participação de todos os municípios, é fundamental para o desenvolvimento do Plano Estratégico – disse o arquiteto.

De acordo com Lerner, um dos principais desafios do plano é diminuir a desigualdade entre as cidades, com a geração de mais oportunidades de emprego e maior qualidade de vida. 

A cerimônia de assinatura contou também com a presença do presidente da Quanta Consultoria, José Ribamar de Sousa. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais