Jaques Wagner defende que Congresso reduza recesso parlamentar

O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, defendeu hoje (18) que o Congresso Nacional reduza o período do recesso parlamentar para tratar do pedido de abertura do processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff e de questões consideradas importantes e que dependem de votação.

Como os parlamentares entram em recesso na próxima semana e retomam os trabalhos no dia 2 de fevereiro, o ministro defendeu que a volta deles seja antecipada para o início de janeiro.

“Pelo momento que o Brasil vive, seria muito positivo que as Casas, mesmo que se dessem um recesso menor, voltassem a trabalhar talvez em 4 de janeiro. Temos o próprio processo de impeachment, que não pode se arrastar, afirmou”.