Operação Acrônimo cumpre mandados em 3 estados e no DF

PF investiga supostos desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro 

A Polícia Federal realiza nesta quinta-feira (25/6) a segunda fase da Operação Acrônimo. Policiais federais cumprem 19 mandados de busca e apreensão em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito federal. Dez mandados foram expedidos para a capital federal, seis para Belo Horizonte, e os outros três para Uberlândia (MG), Rio de Janeiro e São Paulo. O caso corre sob sigilo de Justiça no Superior Tribunal Federal.

A investigação sobre supostos desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro foi iniciada em outubro do ano passado, quando a Polícia Federal apreendeu, no Aeroporto de Brasília, R$ 113 mil em dinheiro numa aeronave que trazia empresário Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, o Bené. Ele foi solto depois de pagar fiança.

A primeira fase da operação foi deflagrada há um mês, tendo como alvo empresários que fizeram doações a campanhas de partidos políticos.Na época a PF cumpriu mando de busca e apreensão na casa da primeira dama mineira, Carolina de Oliveira Pereira.