Conab apresenta iniciativas de segurança alimentar na Expo Milão 2015

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai apresentar as iniciativas brasileiras de segurança alimentar e abastecimento no Pavilhão Brasil, da Exposição Universal de Milão 2015 – a Expo Milão, que ocorre desde 1° de maio e vai até outubro deste ano. É o maior evento do mundo, voltado para comida e nutrição, njo qual são discutidas ideias e soluções sobre o tema.

De acordo com a Conab, a expectativa de produção para a safra de grãos brasileira 2014/2015 é de 204 milhões de toneladas de grãos. Com esse levantamento, a agricultura brasileira ajuda na criação de políticas públicas para o setor. ”É preciso fornecer informações seguras, que deem credibilidade á tomada de decisões, tanto pelo Estado como pelo setor privado”, relata, em nota, o presidente da Conab, Rubens Rodrigues dos Santos.

Para a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), o Brasil reduziu, desde 2002, 82,1% o número de pessoas que passam fome no país, devido às políticas públicas aplicadas. Esse percentual tira o país do mapa mundial da fome. O Brasil é um dos maiores produtores do mundo. Ações de incentivo á produção e comercialização de produtos da agricultura familiar e de comunidades tradicionais, voltadas para a preservação do meio ambiente, também serão discutidas na Expo Milão.

Uma das ações é o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), pelo qual o governo federal compra dos agricultores familiares com preços baseados nos mercados regionais, chegando ao limite de R$ 8 mil ao ano por família. Para Rubens dos Santos, o apoio "possibilita que os produtores permaneçam no campo, em condição de dignidade, além de incentivar a produção de produtos de diversas naturezas, como alimentares, fitoterápicos e cosméticos, a partir da preservação ambiental”.

A participação do Brasil na Expo Milão 2015 está em um pavilhão de 4 mil metros quadrado, orçado em R$ 66 milhões pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. O Pavilhão Brasil também apresenta atividades culturais e gastronômicas, seminários, eventos de negócios e de relacionamento.

As iniciativas do governo federal serão apresentadas em um ciclo de debates promovidos pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) até a próxima quinta-feira (25).