Datafolha: se eleição fosse hoje, Aécio venceria com 35% das intenções de voto

Lula aparece em segundo, com 25%, e Marina Silva, com 18%

Se as eleições presidenciais de 2018 fossem realizadas hoje, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) seria eleito com 35% das intenções de voto, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste domingo pelo jornal Folha de S. Paulo. O tucano teria 10 pontos percentuais a mais que o segundo colocado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 25%. A ex-senadora Marina Silva (PSB) aparece na terceira posição com 18% das intenções de voto. Eduardo Paes (PMDB), Luciana Genro (PSOL) e Eduardo Jorge (PV) aparecem empatados, com 2%. Votos em branco ou em nenhum dos candidatos acima, somam 11%. Não sabem responder: 5%.

Já em outro cenário, quando o candidato do PSDB é Geraldo Alckmin, Lula vem em primeiro, com 26% das intenções de voto; Marina Silva (PSB) com 25%; Geraldo Alckmin (PSDB) com 20%; Eduardo Paes (PMDB) com 3%; Luciana Genro (PSOL), com 3%; e Eduardo Jorge (PV) com 2%. Brancos e nulos somam 14%. Não sabem responder, 7%.

O Datafolha fez 2.840 entrevistas em 174 cidades na quarta-feira (17) e na quinta (18). A margem de erro do levantamento é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

>> Datafolha: 10% aprovam governo Dilma

Além da simulação  em torno da eleição presidencial, o Datafolha também pesquisou a satisfação da população sobre o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff. O desempenho do governo neste quesito foi avaliado como ruim ou péssimo por 65% dos entrevistados. Dez por cento avaliaram positivamente. 

O índice é bem próximo do registrado pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello, às vésperas do impeachment, em 1992. Na época, a  rejeição ao governo Collor era de 68%. O governo da presidente Dilma foi considerado como bom ou ótimo por apenas 10% dos eleitores.