STF rejeita extradição de cubano para os Estados Unidos

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou hoje (2) a extradição de um cubano para os Estados Unidos. Os ministros entenderam que Felix Manuel Alvarez não pode ser extraditado, porque os crimes pelos quais ele é acusado não estão previstos no tratado dos Estados Unidos com o Brasil. Com a decisão, Alvarez será libertado. Ele está preso em Goiânia desde janeiro, quando foi preso.

Alvarez fugiu para o Brasil em 2006 após ter prisão decretada pelas autoridades americanas. Ele é acusado de vender e receitar ilegalmente substâncias para combater impotência sexual. A comercialização era feita por meio da internet. O acusado poderá continuar morando no Brasil porque tem visto permanente de residência. O governo americano poderá recorrer da decisão.