Senadores cobram indicação de integrantes da CPI dos Fundos de Pensão

Os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB- PB), Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Ana Amélia (PP-RS) cobraram, nesta terça-feira (2), a instalação da CPI dos Fundos de Pensão. Os senadores lembraram que o PSDB e o DEM já indicaram seus representantes na comissão e solicitaram que o presidente do Senado, Renan Calheiros, cobre dos outros líderes a indicação dos parlamentares de seu partido a integrarem a comissão, para que a CPI possa ser instalada.

"Faço um apelo aos líderes partidários para que indiquem, na forma do Regimento Interno do Senado Federal, os nomes para compor a CPI referida", solicitou Renan.

Ana Amélia solicitou ao presidente da Casa que, não havendo a manifestação das lideranças, ele próprio faça o restante das indicações.

O requerimento para criação da CPI dos Fundos de Pensão foi lido em Plenário no dia 6 de maio. Com o apoio de 27 senadores, o pedido foi protocolado por Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), Ana Amélia (PP-RS) e pelo líder do PSDB, Cássio Cunha Lima (PB).

A CPI dos fundos de pensão é destinada a investigar irregularidades e prejuízos na administração de recursos financeiros em entidades fechadas de previdência complementar, sociedades de economia mista e empresas controladas direta ou indiretamente pela União, ocorridas a partir de 2003.