Velório de Marcio Thomaz Bastos reúne lideranças políticas

O velório do advogado criminalista e ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos reuniu lideranças de partidos que disputam o cenário político brasileiro. Além da presidenta da República, Dilma Rousseff, e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, passaram pelo velório lideranças como o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), candidato derrotado à vice-Presidência da República, nas últimas eleições, e o deputado federal Paulo Maluf (PP).

A maioria das autoridades, no entanto, eram do PT, como o ministro Aloizio Mercadante, da Casa Civil; o prefeito de São Bernardo e ex-ministro do Trabalho, Luiz Marinho; e o governador eleito de Minas Gerais e ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel. Também compareceu o vice presidente da República, Michel Temer.

O ex-ministro morreu no início da manhã de quinta-feira (20), aos 79 anos, Eles estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para tratamento de descompensação de fibrose pulmonar, de acordo com boletim médico do hospital, do dia 18. Ele foi ministro durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre os anos 2003 e 2007.

>> Corpo de Márcio Thomaz Bastos é velado em São Paulo

>> Thomaz Bastos guardava anotações sobre seus dias no governo

>> Morre o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos

>> Dilma lamenta morte de ex-ministro 

>> Ex-presidente Lula diz que Bastos foi 'homem raro na história do país' 

>> Temer lamenta morte de Thomaz Bastos: "perda da advocacia"

>> Ministros do STF lamentam a morte de Márcio Thomaz Bastos 

>> Thomaz Bastos será sempre inspiração para defesa do estado de direito, diz OAB

>> Presidentes do Senado e da Câmara lamentam morte de ex-ministro

>> Alckmin diz que Brasil perdeu um dos maiores defensores do Estado de Direito