Após acidente, Defesa Civil interdita metade da obra da Arena Corinthians

Promotoria de Justiça vai requisitar laudos e pode pedir a paralisação da obra

A Defesa Civil de São Paulo interditou metade da obra da Arena Corinthians na tarde desta quarta-feir, após acidente que matou pelo menos duas pessoas. 

De acordo com o órgão municipal, os pavimentos 1, 2 e 3 do estádio, que sediará a abertura da Copa do Mundo 2014, tiveram suas obras interrompidas por conta da queda de um guindaste que atingiu a estrutura do estádio.

Já a Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo da capital paulista divulgou nota afirmando que realizará investigação sobre o acidente e requisitará laudos de forma a identificar as causas e apurar se há riscos para futuros frequentadores e trabalhadores.

“Somente se os elementos técnicos indicarem a necessidade da suspensão das obras é que a Promotoria adotará providências para que a construção seja paralisada”, diz a nota. A decisão só será tomada, portanto, após o relatório da Polícia Científica. “A Promotoria já havia agendado com advogado do Corinthians, no começo desta semana, uma vistoria na obra, para os próximos dias do mês de dezembro”, esclarece o órgão.

As obras na Arena Corinthians tiveram início em maio de 2011. O estádio abrigará a abertura da Copa do Mundo de 2014, no dia 12 de junho. A conclusão está prevista para o início do próximo ano.